Paracetamol...o que estamos realmente a dar às crianças?

July 3, 2016

 

 

Os “Benurons” são dados às crianças como se de rebuçados se tratassem. - Coitadinho (a) não se sente bem, está a ficar quentinho...vamos dar-lhe um comprimido. É preciso ter atenção pois a febre não é uma coisa má! A febre representa uma parte importante das nossas defesas naturais contra as infecções. É um sinal de que o corpo está a reagir contra a invasão de um vírus ou bactéria.

Á mínima coisinha é dado um paracetamol às crianças. Inclusive nas escolas, quando são feitas as matriculas, perguntam se autorizam a dar benuron em caso de febre ou dor/desconforto aos alunos!

Para muitos pais dar um benuron aos filhos representa aliviar rapidamente o mau estar dos seus príncipes e princesas…para o corpo da criança representa o início de muitos problemas num futuro próximo.

Pois saiba quais as consequências deste pequeno gesto para o nosso corpo.

O paracetamol atua principalmente no cérebro, onde inibe a recaptação de substâncias químicas analgésicas. Reduz a dor mas não melhora a inflamação, está associado à doença de Alzheimer e causa danos hepáticos e renais.

Sabia que o uso de paracetamol tornou-se na principal causa de insuficiências hepáticas nos E.U.A.? Segundo um estudo feito pela revista New Scientist os problemas causados no fígado por este medicamento, duplicaram em apenas 5 anos. O uso de paracetamol é a principal causa de morte por intoxicação entre todos os medicamentos que existem no país.

A dose diária recomendada é de 4mg por dia, o equivalente a 8 comprimidos de 500mg (desde que não seja combinado com álcool, problemas hepáticos ou a pessoa não esteja a tomar outros medicamentos, pois pode ser fatal) e já causa lesão hepática, estando por isso a FDA a ponderar baixar a dose máxima recomendada.

É muito fácil ter uma intoxicação por paracetamol, pois ele está presente em muitos outros medicamentos, nomeadamente antigripais (alguns foram mesmo considerados “Medicamentos antigripais desaconselhados” pela Deco Proteste). Seguem alguns nomes de medicamentos onde ele está presente: Benuron, Supofan, Dafalgan, Antigripine, Ilvico, Panadol, Griponal, Tylenol, Cêgripe, Naldecon, Cedrin, entre tantos outros.

Segundo o médico Anthony Wong, os efeitos de uma intoxicação no fígado pela toma de paracetamol podem revelar-se através de náuseas e dores de cabeça. Isto deve-se à lesão que está a ser provocada no fígado. Nunca lhe aconteceu tomar paracetamol e quase vinte e quatro horas depois sentir um destes sintomas?

Saiba que existem alternativas naturais para baixar a febre.

A febre não tem de desaparecer em horas. Tal como referimos, o corpo está numa batalha a nosso favor, por isso sentimos febre. É sinal que as nossas defesas estão ativas. Não é necessário dar logo paracetamol. Muitos pediatras defendem inclusive que só se deve dar se a febre for constante e persistir durante mais de dois/três dias.

Por isso se você ou a sua criança tiverem febre deixem o corpo descansar, façam uma alimentação com produtos saudáveis e de fácil digestão (para pouparem energia ao corpo), legumes, sopa de miso, fruta mastigada, chá de kuzu, produtos sem serem refinados, nem com açúcares adicionados e sem glúten, pois só servem para aumentar a inflamação. 


Cá em casa ninguém toma paracetamol. As crianças constipam-se, têm as suas viroses e tudo acaba por passar a seu tempo. É preciso dar oportunidade ao corpo para ativar as suas defesas! E ter paciência pelo bem da nossa saúde!  :)

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon
  • Black YouTube Icon
  • Black Pinterest Icon
  • Black Twitter Icon